Rose Miriam é retirada de ação do inventário de Gugu Liberato

A mãe de João Augusto, Marina e Sofia batalha pelo reconhecimento de união estável com o apresentador, morto no ano passado após sofrer um acidente doméstico. 

Rose Miriam foi retirada da ação do inventário de Gugu Liberato. A mãe de João Augusto, Marina e Sofia batalha pelo reconhecimento de união estável com o apresentador, morto no ano passado após sofrer um acidente doméstico.

De acordo com a Veja, que teve acesso ao Diário Oficial Estadual, a juíza Eliane da Câmara Leite Ferreira, da 1º Vara da Família e Sucessões, a decisão foi tomada quando se soube da existência de um documento que demonstra, a princípio, a inexistência de união estável entre Rose e Gugu.

"Se não bastasse os fatos expostos acima, a terceira vem tumultuando o andamento do feito, com a juntada de petições, cujo conteúdo foge ao objeto dos presentes, e supostamente, dando indevida publicidade dos atos processuais. Igualmente, o advogado da terceira (Rose) não terá mais acesso aos autos, devendo, todavia, ser intimado da presente decisão", escreveu a magistrada, referindo-se a Nelson Wilians, advogado de Rose. Procurado pela Quem, Nelson disse que não iria se manifestar.

Em março, a defesa de Gugu entregou à Justiça um documento assinado em 2011 por Rose em que ela teria se declarado "solteira". No documento, ela também teria afirmado que ela e Gugu estavam "ligados tão e somente como pais e, portanto, são responsáveis pelo bem-estar dos filhos".

Nelson Wilians, advogado de Rose, emitiu nota e afirmou: "Esse eventual documento, que qualifica a sra. Rose Miriam como solteira, não tem peso algum no processo de reconhecimento de união estável entre ela e Gugu Liberato. Se fosse casada no papel, a sra. Rose Miriam não precisaria buscar na Justiça o reconhecimento de companheira de Gugu por mais de 20 anos." 

ENTENDA O CASO
A herança do apresentador é estimada em até R$ 1 bilhão. Em testamento, Gugu não cita Rose como uma das herdeiras e todo patrimônio foi dividido entre os três filhos dos dois, com 75%, e 25% dividido entre cinco sobrinhos, com 5% cada. Após a leitura do testamento, Rose decidiu entrar na Justiça para ser reconhecida como companheira de Gugu e ter direito a parte da herança. A Justiça garantiu a ela o direito de receber uma pensão de R$ 100 mil, valor semelhante ao recebido por Maria do Céu, mãe do apresentador.

Quem administra a herança deixada pelo apresentador é Aparecida Liberato, irmã de Gugu. "Dona Aparecida administra 1 bilhão de reais. Imagine: você não está no testamento e tem uma caneta de 1 bilhão. É um absurdo de poder. Ela dá o destino que quiser para o dinheiro", afirmou o advogado de Rose.

Por REDAÇÃO QUEM

www.revistaquem.globo.com/ 

29/05/2020